Blog

Ordenação episcopal de monsenhor Aldemiro Sena dos Santos

 

Nomeado pelo Santo Padre para fazer parte do Colégio Episcopal, monsenhor Aldemiro Sena dos Santos será ordenado bispo no dia 17 de dezembro, às 10 horas, na Catedral de São Sebastião, em Ilhéus. O bispo ordenante será Dom Mauro Montagnoli, tendo como bispos co-ordenantes Dom Frei Luís Gonzaga Pepeu (OFMCap), arcebispo de Vitória da Conquista, e Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz (OFMCap), arcebispo de João Pessoa-PB.

O rito de ordenação traz vários símbolos, que demonstram a missão do bispo e a importância deste chamado. A prostração no chão durante a ladainha de todos os santos é um sinal do despojamento e humildade, necessários à missão de apascentar o rebanho que lhe foi confiado. O evangelho é colocado sobre a cabeça do eleito, numa demonstração de que a Palavra de Deus será a inspiração de sua atividade apostólica. Sua cabeça é ungida, para que uma vez participante do Sumo Sacerdócio de Cristo, receba também o bálsamo da unção espiritual. Um anel é posto em seu dedo, para lhe recordar a fidelidade à Igreja e a mitra sobre a cabeça indica a dignidade episcopal. Em seguida recebe o báculo, símbolo do múnus de pastor e do cuidado ao rebanho no qual o Espírito Santo o constituiu Bispo.

O Concílio Vaticano II ensina que pela ordenação episcopal “é conferida a plenitude do Sacramento da Ordem, à qual a tradição litúrgica e os santos Padres chamam sumo sacerdócio e suma do sagrado ministério”. A ordenação episcopal, confere o poder de santificar, ensinar e governar. Por isso o Catecismo recorda que pelo rito de ordenação se confere a graça do Espírito Santo e se imprime o carácter sagrado, de forma que os Bispos visivelmente representam o próprio Cristo, mestre, pastor e pontífice. Todos estes sinais apresentados na liturgia contribuem para uma melhor compreensão das funções do bispo e do grande chamado do Senhor à edificação da Igreja aos sucessores dos apóstolos.

Monsenhor Aldemiro Sena dos Santos
Graduado em Filosofia e Teologia pelo Instituto de Teologia de Ilhéus, mosenhor Aldemiro dos Santos tem 53 anos e é natural de Ibirataia (BA). Foi ordenado sacerdote em 1992, na Catedral de São Sebastião, em Ilhéus (BA). Como presbítero exerceu entre os anos de 1993 a 1996 o posto de reitor do Seminário Menor São Domingos Sávio, em Ilhéus. Foi pároco, neste mesmo período, da Paróquia Nossa Senhora da Escada, em Olivença e de 1996 a 1998, exerceu o sacerdócio na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Barro Preto, Ilhéus.

No período de 1998 a 2007 foi pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Ilhéus, e coordenador do Centro de Treinamento de Líderes (CTL). Em 2006, foi eleito representante do clero diocesano, permanecendo na função até 2014. Em 2007, foi nomeado pároco da Paróquia São Francisco de Assis, em Ilhéus.

Foi presidente dos presbíteros do regional Nordeste III da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no período de 2013 a 2014. Desde o ano de 2015 é pároco da Paróquia São Jorge e da Catedral de São Sebastião, ecônomo da diocese e presidente da Sociedade São Vicente de Paulo. Monsenhor Aldemiro será o quarto bispo da diocese de Guarabira, na Paraíba, e sua posse canônica será realizada no dia 2 de fevereiro, na Catedral Nossa Senhora da Luz.


Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*


Dom Mauro Montagnoli

Acesse a sessão do bispo no site, obtendo acesso as suas publicações e suas atividades.

FIQUE POR DENTRO

Inscreva-se para receber atualizações do nosso portal de notícias, acompanhando todas as novidades no seu e-mail a todo momento.

INSCREVA-SE AGORA


DIOCESE DE ILHÉUS

  • (73) 3231 3368
  • contato@diocesedeilheus.com.br

Outros Sites